Sair da mesmice frente aos pratos que se consome no cotidiano pode parecer uma tarefa difícil, mas com tantas variedades de massa e combinações frente a molhos e acompanhamentos, basta disponibilizar um pequeno período na agenda para preparar e usufruir de uma refeição digna de restaurantes, mas que com esmero pode ser produzida e apreciada no conforto do lar.

Um dos pratos mais consumidos entre as massas é o espaguete e, portanto, não é difícil compreender o motivo de um mesmo tipo de macarrão apresentar tantas variações de acompanhamento. Entre as inúmeras formas em que podemos encontra-lo – e também produzi-lo artesanalmente – está o espaguete negro.

De sabor indescritível e aparência sofisticada, este prato pode ser feito visando uma refeição diferenciada como uma celebração ou simplesmente uma fuga dos sabores usuais aos qual o paladar já se adequou e que, embora sigam deliciosos, podem ser deixados por um instante a fim de experimentar novas sensações.

O modo de preparo deste prato não é de grande dificuldade, a atenção aqui está em buscar pelos ingredientes frescos necessários, como o tomate e os camarões, visando um sabor final mais acentuado. Além destes, pode haver certa apreensão frente à compra da tinta de lula, entretanto este ingrediente pode ser encontrado em alguns supermercados, adegas e em plataformas de compra online. Uma embalagem com dois pacotes, mais que o necessário para esta receita, custa em média o valor de R$16,00.

Considerando uma porção para duas pessoas, a massa necessita de: 200 gramas de farinha; 2 ovos; um envelope de tinta de lula e um pouco de água para dissolver a tinta.

Caso a intenção seja preparar uma porção para um número maior de pessoas, basta aumentar a receita, utilizando 1 ovo a cada 100 gramas de farinha e ir dosando a tinta de lula conforme este acréscimo.

Para o preparo deste molho, separe: ½ cebola picada; ¼ de pimentão vermelho sem casca picado; 1 colher de sopa de alho triturado; 16 camarões médios limpos e temperados com sal, limão e pimenta a gosto; 4 tomates cortados, sem pele e sem sementes; ½ lata de tomates pelados ou a quantia referente de tomates frescos, batidos no processador; sal e pimenta a gosto.

Comece o preparo pela massa, fazendo este processo tal como se fosse um espaguete regular. Coloque a farinha em um recipiente e abra no centro uma espécie de cratera, onde os ovos devem ser posteriormente adicionados. Em outro local misture os ovos entre si e então os adicione a farinha. Com o auxilio de um garfo, mexa gentilmente os dois ingredientes até que se encontrem incorporados.

Feito isso, dissolva os pacotes de tinta de lula em um pouco de água, adicionando-o ao restante do preparo da massa, prosseguindo a mexer por alguns instantes. Em seguida, coloque este conteúdo em uma superfície lisa e enfarinhada, tal como uma bancada ou tampo de mármore, ou mesmo uma mesa, e sove a massa ate que fique no ponto desejado, lisa e homogênea.

Completando este passo, abra a massa, utilizando o auxilio de um rolo de macarrão ou um cilindro próprio para esse processo, e então a recorte em tiras finas, caracterizando o formato do espaguete. Uma vez que falte apenas cozer a massa, reserve-a enquanto prepara o molho.

Inicie o molho temperando o camarão, caso não tenha feito antes, e em seguida refogue a cebola e o alho no azeite. Quando os ingredientes iniciais atingirem o ponto ideal, adicione o camarão, salteando-os até que dourem e então os retire da panela e reserve, evitando que fiquem com uma textura “borrachuda” por cozer mais que o necessário.

Adicione ao refogado de alho e cebola, os tomates e o pimentão, assim como o tomate batido e o açúcar, visando controlar a acidez final do molho. Feito isso, aguarde até que mistura apure, isso é, deixar que ferva até que o líquido do conteúdo reduza.

Quando reduzir, corrija o tempero com sal e pimenta, conforme o que achar necessário. Reserve este preparo.

Com o molho pronto, coloque a massa para cozer, atentando-se ao tempo de preparo. Massas frescas em geral cozinham em um tempo inferior as secas e, dado o preparo artesanal deste prato, cabe dedicar atenção a este passo. Em um período entre três e cinco minutos o preparo deve atingir o ponto al dente.

Assim que a massa estiver pronta, escorra a água, retorne-a a panela ou coloque em um refratário, adicionando o molho ao preparo. Para finalizar, coloque raspas de limão e folhas de manjericão bem picadas por cima.

Em pouco tempo e com o uso de poucos ingredientes, se tem uma massa diferenciada e sofisticada pronta para ser saboreada. Caso ache interessante, é possível incrementar o preparo, adicionando outros frutos do mar, além do camarão, tal como anéis de lula, tornando o resultado ainda mais incrível.

 

0/5 (0 Reviews)