Rigatoni Argelino

Ainda que o consumo de massa seja comum, existem inúmeras variedades de massas e combinações possíveis de serem feitas, o que colabora diretamente com a possibilidade de apresentar pratos incríveis em níveis de sabor, nutrientes e criatividade, contidos na receita.

rigatoni

Um preparo que contempla todos esses fatores e que tem como base a utilização de massa, sendo possível o preparo artesanal da mesma, é o Rigatoni Argelino. Esta receita tem como ingrediente principal para o acompanhamento a carne de cordeiro, a qual, embora seja muito saborosa e nutritiva, não é comumente consumida no Brasil.

Considerando isso, embora o acompanhamento seja um tipo de carne, como tantos outros molhos, ele ainda se destaca diferenciando-se dos demais e permite o preparo de uma refeição que pode ser feita visando uma ocasião diferenciada do cotidiano.

Visando o preparo da massa fresca, os ingredientes necessários para o preparo da mesma contemplam: 400 gramas de farinha; 4 ovos e 4 colheres de chá de sal. Caso vise maiores porções do prato, basta incrementa-lo, sempre respeitando a proporção de um para um, isso é, a cada 100 gramas de farinha a mais, adicione mais 1 ovo e 1 colher de chá de sal. Cada proporção dessa representa uma porção a mais.

O molho, por sua vez, requer os seguintes itens para seu preparo: 400 gramas de rigatoni; ½ quilo de cordeiro cortado em cubos e previamente cozido; 2 cebolas médias; 6 ovos; 1 colher de chá de canela em pó; manteiga, cebolinha, sal a gosto e pimenta do reino a gosto.

O preparo deste prato se inicia pela massa de rigatoni. Neste caso, estamos utilizando uma receita de massa fresca simples, portanto, basta prepara-la tal quais outros tipos deste alimento e molda-la no formato adequado para esta apresentação.

Rigatoni é um tipo de massa muito similar ao penne, dado que é parecido a um cilindro e possui uma abertura no meio, a qual permite a entrada do molho, tornando o prato muito suculento. A diferença deste é que seu tamanho deve ser bem maior, tanto em comprimento quanto em circunferência.

Comece o preparo por misturar os ingredientes secos, farinha e sal, e ajeita-los no recipiente de modo que ao meio se tenha um buraco, tal qual uma cratera de vulcão, onde deverão ser adicionados os ovos em seguida.

Quebre os ovos em um local separado e misture-os primeiro, em seguida adicione-os no espaço preparado para isto, e incorpore os ingredientes trazendo os ingredientes secos da borda para o centro em movimentos suaves, até que estejam devidamente misturados.

A etapa seguinte requer uma superfície lisa e enfarinhada, tornando possível a sova da massa, a fim de que esta obtenha o ponto ideal para ser aberta e recortada no formato adequado.

Este processo de sova leva em torno de dez minutos ou até que a massa fique lisa e homogênea, sem grudar nas mãos ou na própria superfície. Quando atingir esse ponto, retorne-a para o recipiente e reserve, deixe descansar, por cerca de 20 minutos.

Passado esse intervalo, enfarinhe novamente a superfície lisa e utilize esse espaço para abrir a massa com o auxilio de um rolo de macarrão. Feito isso, recorte-a e molde no formato adequado. Reserve este preparo enquanto faz o molho.

O preparo do molho se inicia por aquecer uma panela ou frigideira antiaderente e adicionar a ela a manteiga e cebola, mexendo até que doure. Em seguida, é o momento de adicionar a carne, a qual deve estar cozida com os temperos de sua preferência.

Acrescente a canela e a pimenta, misturando este preparo e deixando que coza até que a mistura atinja um tom dourado. Enquanto estes ingredientes cozinham, misture os ovos; as cebolinhas e o sal, batendo-os e fazendo uma omelete com estes.

Assim que a omelete esfriar, corte-a em cubos e reserve. Apague o fogo do preparo com a carne e atente-se ao cozimento da massa de rigatoni.

A massa deve ser levada para cozer em uma panela com água fervente e sal. Sendo a quantia de água o suficiente para cobrir todo o conteúdo.  Deve-se deixa-la ali até que atinja o ponto al dente, o que deve ocorrer entre três e cinco minutos de cozimento, considerando o preparo feito com massa fresca. Assim que cozer, apague o fogo e leve a massa para escorrer a água.

Quando obtiver a massa, molho e omelete prontos, basta coloca-la em um refratário e misturar todos os demais preparos a ela. Experimente o resultado e, caso necessário, corrija com sal e outros temperos que achar adequado.

Se, por ventura, compreender que a carne de cordeiro não é viável, dado dificuldades de acesso ou custo, é possível substitui-la por carne seca. Neste caso, o preparo mantém-se basicamente o mesmo, bastando cozê-la, desfia-la e acrescentar a mistura tal qual na receita original.

Em pouco tempo e com um número razoável de ingredientes utilizados é possível obter um prato incrivelmente saboroso e diferenciado, o qual certamente agradará o paladar de quem o provar.

0/5 (0 Reviews)
2019-01-19T09:08:19+00:00